Buscar
  • Farmácia de Manipulação

Reduzindo crises de asma com auxílio de chá:





Extremamente doce, o alcaçuz é usado para diversas finalidades, culinárias e fitoterápicas. Cientificamente comprovada como planta medicinal, a raiz da alcaçuz faz muita diferença para quem busca soluções na natureza para problemas diversos, inclusive renais e hepáticos.


A Planta

Doce da raiz ás folhas, o alcaçuz é uma planta com agradável sabor e aroma. De nome científico Glycyrrhiza glabra, pertence à família dos legumes. Rica em glicirrizina, que é a propriedade adocicada e medicinal da erva. A raiz de alcaçuz quando na forma de xarope, produz doces saborosos como a bala de alcaçuz e a gelatina que são muito consumidos nos EUA. O doce de alcaçuz chegou a pouco tempo no Brasil e já caiu no gosto das crianças. Dela é produzida uma bala longa, nutritiva e muito saborosa.


A planta medicinal alcaçuz mede até um metro de altura e tem folhas curtas ovaladas e folhas pequenas, rosadas ou azuladas. Oriunda da Europa, a erva se adapta facilmente ao clima porém, se cultivada em ambientes mais frios ou em épocas de temperatura mais amenas, pode crescer facilmente. Locais secos, com pedras no solo e arenosos são também ambientes favoráveis ao seu crescimento e desenvolvimento.



Para que Serve

A planta medicinal alcaçuz, abrange propriedades que fazem bem ao trato digestório, rins e até mesmo controle hormonal. A erva pode ajudar com distúrbios diversos também dos aparelhos respiratórios reduzindo crises de asma e amenizando sintomas em episódios de pneumonia. O alcaçuz também serve como:

Anti inflamatório: Rico em flavonoides, a raiz de alcaçuz contribui para uma melhor recuperação de doenças inflamatórias. Age de dentro para fora e é eficaz até mesmo em inflamações da pele.

Redutor do Colesterol: Para quem tem problemas de colesterol prejudicial acima do ideal, a planta ajuda na redução natural dos índices de HDL e Triglicérides. Com propriedades altamente antioxidantes, ela age no organismo prevenindo avc, paradas cardíacas e até mesmo o câncer.

Previne Úlceras: Protetor gastro intestinal, a erva serve para como uma proteção natural no estômago e ajuda na cicatrização de úlceras e gastrites de origem nervosa.

Diabetes: Como um adoçante natural que não contém glicose, ajuda a quem tem problemas com diabetes. O chá de alcaçuz é extremamente benéfico e pode ser usado também como diurético. A propriedade amorfrutins contida na planta ajuda a baixar os níveis de açúcar no sangue favorecendo os uma vida normal para pessoas resistentes a insulina.

Fígado: Auxiliar da natureza para tratamentos de hepatites do tipo, A, B e C, a raiz de alcaçuz é usada milenarmente no Japão para acelerar a recuperação do fígado contra a doença. Além disso, a planta também auxilia na redução de gordura no acumulada no fígado como resultado de má alimentação ou propensão genética que causam grandes males a saúde.

Equilíbrio hormonal: Suas substâncias flavonoides proporciona um maior equilíbrio dos hormônios secretados pela hipófise. Traz assim então, um resultado ideal para quem sofre com distúrbios menstruais ou de glândulas como a tireoide por exemplo. Também eficaz em controlar sintomas de TPM e climatério.


Como tomar

A planta pode se converter em chá de alcaçuz, extrato seco ou xarope para uso medicinal. Porém, o convencional para uso domiciliar da erva e raiz, é o chá de alcaçuz. O xarope de alcaçuz é um extrato concentrado da planta utilizado em escala industrial para fabricação de alimentos e doces com base na planta, mas também para uso domiciliar. O extrato seco é usado em consumo durante as refeições. Pode ser acrescentado ao suco, água ou mesmo na sobremesa. Frutas combinam muito bem com o extrato seco da planta, pelo alcaçuz realçar o sabor adocicado do alimento.



Como Fazer o chá de Alcaçuz

Para fazer o chá de alcaçuz basta ferver um litro de água filtrada. Após a fervura baixar o fogo e acrescentar 30g da raiz picada. Ferver por 10 minutos e abafar por mais 10. Essa quantia é suficiente para proporcionar um chá adoçado no ponto certo e ao mesmo tempo ricos em propriedades curativas. Coar o chá e consumir de duas a três xícaras ao dia. Aconselha-se a tomar uma pela manhã, e outras duas após as refeições principais do dia. 


Cuidados no Uso

Gestantes e lactantes devem usar moderadamente o chá de alcaçuz, do xarope e até mesmo do doce a base da planta. Suas propriedades podem afetar as funções hormonais dessas pacientes prejudicando no tempo gestacional correto e na produção de leite. Para essas condições aconselha-se o aval de um médico que indique as quantidades ideais. Pessoas hipertensas devem evitar o consumo, tanto quanto portadores de fibrose cística.



Deseja adquirir o seu chá?

Farmácia Magistral Peixoto Gomide

Entre em contato conosco pelo Whats App: https://bit.ly/contatomagistral (11 96577 2009)




3 visualizações

Farmácia Magistral Peixoto Gomide LTDA ME       CNPJ: 00.653.117/0001-74